Home / Entrevistas / Underground Lusófono Entrevista: Drunk Master

Underground Lusófono Entrevista: Drunk Master

Trago-vos mais uma entrevista exclusiva, desta vez com o rapper “Drunk Master”, que no momento encontra-se a trabalhar no seu primeiro álbum intitulado “Bar Aberto”.

Underground Lusófono: Quem é o Drunk Master?
Drunk Master é um artista de hip-hop angolano de estilo underground, que começou a sua actividade musical em Portugal nos final dos anos noventa.
Underground Lusófono: Donde surge o nome Drunk Master?
Drunk Master: O nome Drunk Master surge de varias brincadeiras entre amigos em anos idos que depois acabou mesmo por ficar.
Underground Lusófono: Como e quando foi o teu primeiro contacto com o rap?
Drunk Master: Nos anos noventa o meu pai e os meus tios deslocavam-se ao exterior do pais exporadicamente e traziam sempre novidades musicais e vídeo clips muitos dos quais de musicas norte-americanas maioritamente r-n-b mas também algum rap foi ai que comecei a conhecer aquela sonoridade… depois em 93 quando vou pra Portugal já mais adolescentezinho começo eu próprio a procurar mais e a ser um ouvinte mais assidou… um par de anos depois um primo meu que ja fazia rap convidou-me pra fazer uma rimas com ele tudo numa brincadeira… e foi ai que tudo começou…
Underground Lusófono: Quais foram as tuas influências?
Drunk Master: As minhas influencias são e foram sempre diversas… vários tipos de musicas..varias sonoridades..mas dentro do hip hop/rap foram e serão os NTM, os I AM, os Assassin em termos de rap Frances… Capone-n Noreaga, Boot Camp Click,Wu Tang, Mobb Deep, Dog Pound, West Side Conection, Cypress Hill, House of Pain e também Raccionias Mc´s, Gabriel O Pensador e claro quase todo o rap que se fazia em Portugal na altura.
Underground Lusófono: Donde vem a tua inspiração?
Drunk Master: Eu escrevo o que sinto, o que vivo e o que observo..a minha inspiração é o mundo a minha volta… é o mundo a tua volta… são as tuas historias… são as minhas historias… são as nossas vivencias…
Underground Lusófono: Quando é que começaste a trabalhar no seu álbum “Bar Aberto”?
Drunk Master: Comecei a trabalhar no álbum Bar aberto tão logo terminei a mixtape A Ressaka… não sei precisar datas..mas estando nos em 2014 acho k tou a trabalhar no álbum há mais de um ano, uma ano e meio talvez… mas como disse não sei precisar a data.
Underground Lusófono: Porque o nome “Bar Aberto”?
Drunk Master: O nome Bar Aberto esta envolto em muitas questões..muitos acham hilariante..a maioria gosta.. O nome no fundo tem a ver com saga de nomes dos meus trabalhos que no fundo tem tudo com nome Drunk Master..eu tenho mixtape A Ultima Garrafa depois lançamos pras ruas a mixtape A Ressaka e agora o álbum: Bar Aberto_Informação Em Estado Liquido.

Underground Lusófono: O que é que podemos esperar do seu álbum em termos de Flow, Líricas e Participações?
Drunk Master: Do meu álbum podem esperar o Drunk Master no seu melhor..versão álbum..mais responsabilidade na criaçao..mais diversidade sem sair do da essência..mais e melhor trabalho..em termos de participações vamos ter o Eliei, Lil Jorge, Ready Neutro,Nuno Rock e BZB nos coros a rimar teremos Halloween,Ka tha Brabo,Jeremy, Lennox, DubyFox e X.da Questao e uma surpresa no bonus track…
Underground Lusófono: Quem produziu o álbum?
Drunk Master: O álbum conta com a minha direcção artística e sendo assim e em nome da diversidade ele conta com vairos produtores temos o Kallisto, Lennox, Bonni Diferencial, ShungVd, Levell Kronik, dj Nkkappa, Maradox 1º, Cilindro, KingBeats e o Mistiko.
Underground Lusófono: “Bar Aberto” sairá nas ruas sob selo de que editora/ produtora?
Drunk Master: Ate o momento tivemos algumas conversas preliminares com alguns interessados, não vou aqui citar nomes, mas não passou disso… nos continuamos a trabalhar de forma independente e independentemente de tudo o trabalho continua… e ainda não sabemos se sairá por alguma produtora ou não… mas que sairá sairá…
Underground Lusófono: Fala-nos um pouco da YK, como e quando surge a Youth Krimal?
Drunk Master: YK é um coletivo de pessoas amigas que partilham os mesmo gostos musicais e pessoais e que vivem quase do mesmo modo partilham os mesmos sentimentos e quase as mesmas opiniões sobre os mais variados assuntos… YK é a youth kriminal… YK é o meu colectivo.
Surgiu nos 90,na Povoa de Santo Adriao,Lisboa,Portugal… grupo amigos que começou a fazer rap…
Underground Lusófono: Em suas letras Eu vejo uma defesa clara do espírito original do hip-hop e da mensagem, longe do rap comercial que vemos hoje em dia. O que você acha da evolução do rap?
Drunk Master: Tudo é criado para evoluir o Rap nao é excepçao… assim sendo com de uma forma ou de outra ele acabou por evoluir..acho que não devemos perder a essência… e acredito que este desenvolvimento possa ser sustentável sem o atropelar dos valores intrínsecos.
Underground Lusófono: Para terminar deixa uma linha freestyle ou uma mensagem para o pessoal que acompanham o movimento.
Drunk Master: Mantenham o olho aberto o mundo eh do mais esperto
vida longa ao underground lusófono fikem atentos ao bar aberto… uno amore
Comentários

About Underground Lusófono

HipHop/Rap Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal,Timor-Leste, São Tome e Principe.

Check Also

S-Bruno x Rap Kuia – Nos Deixa (Prod. MG) [Download + Vídeo]

Rap Kuia desafiou o Rapper S-Bruno, membro do Projeto Ascensão a trabalhar numa faixa que …

A.L lança single “Louco Por Opção”

Directamente das terras de Angola, o rapper A.L disponibilizou para download gratuito nesta terça-feira,12/05, o …

Kid Mc

Kid MC: “O Samurai ajudou-me a criar a Cave Play”

Já está disponível a entrevista inédita do consagrado rapper angolano Kid MC cedida ao programa …

Phay Grande O Poeta pensa em realizar seu primeiro show

Há 15 anos no Rap, Osvaldo Nhanga tornou-se notório pela verticalidade das suas letras. Apesar …

One comment

  1. Estou no aguardo do álbum Bar Aberto! Grande entrevista!

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: