Início / Notícias / Jimmy P vence Prémio de Melhor Artista Revelação nos Portuguese Festival Awards

Jimmy P vence Prémio de Melhor Artista Revelação nos Portuguese Festival Awards

O rapper foi o grande vencedor da categoria Melhor Atuação ao Vivo – Artista Revelação, levando a melhor na corrida contra os nomeados D’Alva, For Pete Sake, Sequin e Time For T, que atuaram nesta noite com a West European Symphony Orchestra perante um Cinema São Jorge repleto de caras conhecidas.
No discurso de agradecimento, Jimmy P destacou “a importância deste prémio para o movimento hip-hop português” e acrescenta “A meu ver, este prémio não é apenas uma vitória para o Jimmy P, também é uma vitória que eleva e coloca o Hip-Hop no seu devido lugar: onde existe valorização e respeito!”.
A gala dos Portuguese Festival Awards teve ainda um segundo grande vencedor, o NOS Alive, que foi considerado o Melhor Festival Urbano, Melhor Festival de Grande Dimensão, Melhor WC’s, e Melhor Cartaz.
Em competição, em mais de uma dezena de categorias, estavam 106 festivais – abrangendo géneros musicais que vão do rock ao metal, do reggae à música tradicional portuguesa – que, segundo a organização, movimentaram mais de dois milhões de espectadores. Os restantes vitoriosos da noite foram o Vodafone Paredes de Coura que levou para casa os troféus de Melhor Festival Não Urbano e Melhor Campismo, o Festival Sumol Summer Fest na categoria de Melhor Festival de Média Dimensão, o Milhões de Festa para Melhor Festival de Pequena Dimensão, a Queima das Fitas de Coimbra para Melhor Festival Académico, e o Indie Music Fest para Melhor Micro-Festival. No que aos artistas concerne, Jimmy P juntou-se aos vitoriosos Buraka Som Sistema que ganharam na categoria de Melhor Atuação ao Vivo – Artista Nacional, e Arctic Monkeys que venceram o prémio de Melhor Atuação ao Vivo – Artista Internacional.
Nas categorias escolhidas por júri destacaram-se o o LISB/ON #Jardim Sonoro (Melhor Comunicação), o NOS Primavera Sound (Contribuição para o Turismo), as Vodafone Music Sessions (Melhor Ativação de Marca), o Sol da Caparica (Contribuição para a Divulgação da Música Portuguesa) e o Bons Sons (Festival Mais Sustentável).
O júri integrava os guitarristas Zé Pedro e Tó Trips, a fotógrafa Rita Carmo, o jornalista Miguel Cadete, os radialistas Álvaro Costa e Nuno Calado (Antena 3), Joana Cruz (RFM) e Pedro Ramos (Radar), assim como Ana Markl (Canal Q) e Ana Teresa Ventura (SIC).
Comentários

Sobre Underground Lusófono

HipHop/Rap Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal,Timor-Leste, São Tome e Principe.

Além disso, verifique

Poesia Acústica 3 terá Lord ADL, Sant, Choice, Tiago Mac e Maria Andrade

Preparando uma série de novidades, a Pineapple deve liberar mais uma em breve e que …

%d bloggers like this: