Home / Uncategorized / Grupo Angolano Al Qaeda $quad lança single com feat do grupo brasileiro Protesto&Poesia

Grupo Angolano Al Qaeda $quad lança single com feat do grupo brasileiro Protesto&Poesia

No dia 14/12 o grupo Angolano Al Qaeda $quad lançou seu mais novo trabalho com o feat do grupo brasileiro Protesto&Poesia.

O som se chama Cimeira (uma especie de conferencia) e aborda a cena atual do rap.

Os versos dispara contra a falta de compromisso de alguns rappers com o movimento, cantando qualquer coisa em troca de fama e se esquecendo do real objetivo do rap.

Vou postar aqui algumas perguntas da entrevista concedida ao portal do Protesto&Poesia pelos grupos envolvidos no single.

Antes de iniciarmos a entrevista gostaria de esclarecer algumas siglas usadas:

A.Q.$ = Al Qaeda $quad

BOR – Bin Laden o Rapper

P&P = Protesto&Poesia

R = Resposta

Portal: Como vocês se conheceram? Como os grupos se conheceram?

R A.Q.$: Eu, Bin Laden O Rapper (Líder d’ Al-Qaeda $quad) acabava de lançar o meu primeiro vídeoclip oficial da track “F.A.S”. No decorrer das divulgações deste vídeo clip, mandei pro chat da página “Rap de Verdade” , não tardando, eu recebi um retorno positivo da mesma página, no caso se tratando do Lpe. E começava então a “grande conexão entre duas gangues de países diferentes com objetivos familiares. ”.

R P&P: Na época eu fazia parte da Pagina Rap de Verdade, e diariamente recebíamos mensagens pedindo divulgação e na medida do possível ajudávamos todo mundo, até que um dia um mano de angola mandou o som dele, e quando eu ouvi ,falei: “Car%#$ que som louco” e nisso começou a conexão.

 

Portal: Da onde veio a ideia do som “Cimeira”? Explica para os irmãos do Brasil um pouco sobre essa palavra, pois não é uma palavra muito utilizada no dia a dia.

R A.Q.$: Antes deixa-me realçar sobre o termo “Cimeira”. Cimeira é uma espécie de reunião entre Estados, a fim de debaterem acerca de um assunto.

O rap tem sido vandalizado liricamente e não só. E… a ideia era… Que tal a gente unir forças e botar ordem no movimento!!! Tanto rappers de Angola quanto do Brasil estão perdidos no imediatismo, esquecem-se (e outros nunca nem souberam) dos princípios e objetivos do REAL HIP HOP, e fazem tudo pela fama e dinheiro, e eles duram pouco tempo sendo reais… Tanto que as vezes fica difícil distinguir quem é Rapper e quem não é! A #Cimeira, está focado no reposicionamento dos Rappers.

Portal: Vocês acham que o Rap ainda tem o poder de salvar vidas?

R P&P: Com certeza, o verdadeiro rap salva vidas! Quando um estilo de música fala, que o crime é ilusão, que escola é o caminho, esse estilo está salvando vidas! Conheço pessoas que largou as drogas e o crime por conta do Rap. Nós nos preocupamos com o que cantamos, pois a ideia é clarear horizontes e não trazer chuva na mente do jovem que esta nos ouvindo.

R A.Q.$: A maioria do pessoal ligado ao movimento diz, “RAP NÃO ESTÁ MORTO!”. E com certeza não está. Nós não vamos permitir. O problema com esses manos que menciona tal frase, é que são os mesmos que levam o Rap ao abismo, pela quantidade bosta que botam no movimento. Agora, indo direito à resposta… SIM! Rap ainda tem esse poder, basta que os Rappers de verdade erguerem-se e voltarem pra linha de frente do RAP/HIPHOP…

Portal: Para o Protesto&Poesia, como foi fazer essa participação?

R P&P: Uma honra! Sempre fui muito ligado a história, sempre gostei de ler sobre o passado do Brasil e do mundo. E isso me trouxe um carinho pelo continente africano pois assim como o Brasil, foi explorado e massacrado por países chamados de “primeiro mundo” e não tem como eu como rapper não me revoltar com isso. Quando o Bin Laden propôs a ideia do som, pra mim foi a chance de me aproximar um pouco mais daquele continente, e em especial de Angola. Considero um país-irmão, infelizmente irmãos de sofrimento. Espero um dia conhecer angola, e os países africano.

Portal: Vocês acham que os países deveriam ser mais unidos devido as suas histórias?

R A.Q.$: #UNIÃO FORTALECE! Apoiamos essa opinião… Porque através da história, compartilhamos uma parte das nossas culturas… Angola e Brasil dão-se como irmãos e é irmãos devem ser unidos.

R P&P: Infelizmente quem escreveu a história nos separaram. Nas escolas do Brasil se fala muito de Portugal, e muito pouco ou nada dos nossos irmãos africanos. Uma vez o GOG disse que quem escreve a história da guerra é o país que venceu, o que tem mais poder. Talvez isso explique muita coisa, por que aprendemos em salas de aulas mais sobre reis e princesas de Portugal do que reis e rainhas arrancadas de seu continente pelo tráfico de escravo. Claro que deveríamos ser mais unidos, mas é compreensível não sermos, mas o jogo vai mudar.

Portal: Por que vocês denominaram o grupo de Al Qaeda Squad?

R A.Q.S: Eu (BOR) estou fazendo música a muito tempo, desde criança… Mas, comecei num estilo diferente e como pode se esperar, meu nome ainda não era BOR. Com o passar do tempo fui notando que minhas líricas não encaixavam com aquele estilo de música, e então comecei a se dedicar no RAP/HIPHOP, propriamente no Rap Alternativo… Quando decidi me batizar com o seu nome de Rapper, sentindo-se fera/terrorista na ARTE DE RIMAR, escolhi #BinLaden como sua identificação, e que tal AL-QAEDA pra completar, afinal, BinLaden é Líder do Al-qaeda. Squad vem de esquadrão, ou no mais profundo, exército… E deu Al-qaeda $quad.

Portal : Além do Protesto&Poesia, vocês conhecem mais algum grupo Brasileiro? Tem vontade de gravar com mais alguém?

R A.Q.$: Conhecemos sim, mais grupos… Racionais MC’s, entre outros… E alguns Rappers individuais. O primeiro rapper Brasileiro que ouvi foi o “Gabriel O Pensador”… Mas, comecei a gostar mais do Rap feito no Brasil quando ouvi a música “FAVELA VIVE 1”, depois fui acompanhado toda a saga FAVELA VIVE…

Gravar com mais alguém…!? O primeiro deve ser mesmo o DAVID, o outro membro do Protesto&Poesia… E claro com outros também, né, isso faz o movimento expandir-se mais… Eu nunca pensei que o meu Rap chegaria a ultrapassar até no Brasil, e isso é bastante motivador, ainda mais cantando com alguém “Lpe” que Eu acho um super Rapper…

Portal: Falem um pouco sobre o Trabalho de vocês, às próximas novidades, o que esta por vir etc…

R A.Q.$: O resultado da Cimeira está incrivelmente incrível, foram duas vozes, sotaques diferentes, mas, o encaixe foi perfeito… Um SALUT pro Lpe, o mano é mesmo DOPE… Gostei da performance do mano, de cada linha da sua composição,, foi muito profundo, certamente é uma das 5 melhores músicas que já fiz… No início, a ideia era somente uma música, mas acabamos fazendo duas… Com certeza vamos multiplicar mais o número de músicas juntos, quem sabe um álbum juntos… Estamos planejando o vídeoclip da Cimeira, e será inédito!!!… Abreu Máfia, o meu mano da Al-Qaeda está ansioso pra um som com os manos do P&P… ele não pára de falar nisso… Tenho mais duas mixtapes pra lanças em Março de 2020, e espero mais uma vez a colaboração dos Rappers do P&P…

Ouça a música completa:

 

Comentários

About Lpe

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: