Home / Notícias / 2 Contra 1 apresenta novo projecto musical “Ficheiros”

2 Contra 1 apresenta novo projecto musical “Ficheiros”

A dupla angolana Helder David e Edson Van-Dúnem (Inamoto) do programa 2 Contra 1, apresentou oficialmente o projecto no qual têm trabalhado de forma incansável, denominado “Ficheiros”. O primeiro ficheiro dos arquivos destinados a preencher o ambiente de trabalho arquitetado para forjar um legado, marcado pela evolução do audiovisual urbano e colaboração artística.

Ficheiro 1

Neste “comboio”, palavra usada nos desígnios do Rap para se referir à uma música com vários participantes, 2 Contra 1 juntou 5 artistas; Liryku Supremo, Carpe Diem, Phedilson, Sanguinário, Mamy.

O objectivo de ambientalizar estes rappers na mesma faixa, passa por descentralizar o rap de Luanda provando que existem nomes de qualidade nos outros horizontes do país, e quem nos prova tal aspecto é o rapper Phedilson, representante do Huambo. Temos a Mamy, uma rapper com a lírica e dinâmica de trabalho ressaltáveis, Liryku Supremo, um Mc notável por diversas qualidades; Sanguinário, um dos grandes representantes do movimento Underground e membro do team e Carpe Diem, rapper forte com uma habilidade poética fora do comum.

Para proporcionar uma experiência diferenciada, nesta música cada artista vai usar o seu action time num instrumental diferente, excepto o Liryko e o Carpe Diem, que partilharam o mesmo, para que possam caminhar nos seus próprios termos, entregar uma performance confiante e entreter os consumidores com mudanças pontuais na sonorização. Os Beats foram concebidos pelas mãos do Silindro Dark Room, produtor conhecido por vários trabalhos, e Amiel Deep, produtor que colaborou à partir do Huambo.

Conceito do Projecto

Não é novidade para ninguém a utilidade diversificada de um computador, e no caso do Team 2 Contra 1, é a principal ferramenta de trabalho, apesar das outras adjacentes como a Câmara e outros itens. Tudo passa pelo computador; desde a filtragem, estruturação e a finalização do material evacuado para o consumo do público, razão pela qual surgiu o nome “Ficheiros 2 Contra 1, uma referência ao conteúdo residual no ambiente de trabalho desta equipa, que será apresentado Ficheiro após Ficheiro.

Objectivo

Além de dinamizar o movimento Hip Hop, promover inovação e propagação de uma estrutura com ideais promissores, o projecto tenciona estabelecer um ambiente de intercâmbio artístico saudável e frutífero, rompendo a barreira dos estigmas e preconceitos. A idéia é juntar artistas de diferentes zonas do país, únicos na forma de ser e estar, estilos opostos, e propor parcerias que abram uma porta evolutiva, onde todos poderão aprender equitativamente, e firmar parcerias positivas.

Nesta primeira fase, o trabalho será feito em Luanda por conta da limitação de recursos, mas a pauta futura reforça o objectivo de migrar para várias zonas do país, e viajar em busca de parcerias ricas à nível da lusofonia, algo que naturalmente será definido pelos resultados do projecto.

Apoio e Agradecimentos

O projecto surge para brindar o apoio fiel dos fãs que caminham ao nosso lado desde o início, não tem preço tamanha lealdade, e tudo o que podemos fazer, é presentea-los com novos conteúdos. Tivemos o total apoio da Clé Studio, que cedeu abertamente o estúdio para a concepção do projecto, na direção dos vídeos Malef foi responsável pela condução geral, Don Produções, video maker que filmou no Huambo, e por fim a empresa de Catering Doces Donuts.

Comentários

Sobre: Underground Lusófono

HipHop/Rap Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal,Timor-Leste, São Tome e Principe.

Leave a Reply

%d bloggers like this: